Pelé manda recado ao Brasil: "Favorito sempre perde"

Pelé, maior jogador de todos os tempos, não está muito confiante na seleção de Carlos Alberto Parreira para a conquista da Copa do Mundo. O ex-jogador explicou nesta quarta-feira que o favorito sempre se complica e deixa escapar as conquistas. "O favorito sempre perde. O Brasil é um deles e nesse papel não pode (ser campeão)", contou Pelé, após ser questionado pela revista alemã Bild sobre quem seria o campeão do mundo. "Em 2002 foi a França. Na Copa de 1990 a Argentina. Em 1982 o Brasil era o grande favorito e caiu diante da Itália. Já a Holanda sempre foi favorita e sempre perdeu", recordou Pelé. O ex-jogador também contou à revista que não gostava de ser considerado favorito para disputar um torneio. "Não quero ser nunca favorito, pois não se ganha um mundial antes do começo", completou Pelé. A seleção brasileira é apontada nas principais casas de apostas da Europa como a grande favorita para conquistar a Copa do Mundo da Alemanha. O Brasil está no Grupo F da competição, ao lado de Austrália, Japão e Croácia.

Agencia Estado,

17 Maio 2006 | 11h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.