Pelé: melhor performance do século XX

O surgimento de Pelé na Copa de 58, então um adolescente de 17 anos, foi considerado o fato mais importante do esporte brasileiro no Século XX, segundo pesquisa realizada pela Gillette em vários países. A empresa recolheu votos de jornalistas em todo Brasil para ranquear as dez maiores performances esportivas a partir de uma lista de 25 atuações individuais numa partida, campeonato ou temporada, nos períodos de 1900 a 1951, 1951 a 1970, 1971 a 1990 e 1991 a 2001. O ?advento? Pelé - que mais tarde seria eleito o Atleta do Século - ficou em primeiro lugar com 76 pontos. O tricampeonato de Ayrton Senna aparece em segundo com 30 pontos e o tri de Gustavo Kuerten em Roland Garros surge na terceira posição, com 26 pontos. Nos Estados Unidos, a maior performance do século ficou para Jesse Owens - o atleta negro que desafiou a teoria da superioridade racial ariana pregada por Adolf Hitler, nas Olimpíadas de 36. Na Alemanha, o futebol também venceu. Foi eleita a conquista do primeiro título mundial do país, na Copa de 1954, derrotando na final a poderosa Hungria de Puskas. Na Inglaterra, o eleito foi Roger Bannister, pela quebra da barreira dos quatro minutos para correr a milha.

Agencia Estado,

05 Novembro 2001 | 15h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.