Pelé rebate Blatter sobre 'escravidão' no futebol

Ex-jogador brasileiro afirma que os contratos no futebol devem ser cumpridos pelos jogadores

Agencia Estado

12 de julho de 2008 | 11h01

Pelé rebateu neste sábado, em Stoke City (Inglaterra), as declarações feitas na última sexta-feira pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, sobre o caso do jogador português Cristiano Ronaldo, que é do Manchester United (Inglaterra) e está sendo pretendido pelo Real Madrid (Espanha). Blatter defendeu a liberação do craque português, que já manifestou desejo de ir para o Real apesar de ter mais quatro anos de contrato com o clube inglês. E comparou o caso com escravidão. "Os dirigentes do Manchester United que parem de tratar Cristiano Ronaldo como um escravo dos tempos modernos", disse o presidente da Fifa."Você é um escravo se trabalha sem contrato ou sem receber", afirmou Pelé, ao ser questionado sobre a declaração de Blatter. "Se você tem um contrato, então deve honrá-lo. Penso que quando ele (Cristiano Ronaldo) encerrar o acordo, está livre para jogar no lugar onde bem quiser."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.