Pelé será "olheiro" de clube inglês

Pelé conseguiu um "bico". O rei do futebol será olheiro do Fulham, clube inglês da primeira divisão, e terá a missão de descobrir jogadores brasileiros para a equipe. O acordo, firmado nesta quarta-feira em Londres, não prevê contrato de trabalho regular entre Pelé e o Fulham. A parceria entre o maior jogador de futebol de todos os tempos e o clube inglês foi acertada durante o lançamento da biografia de Pelé nas lojas Harrods, em Londres, que pertencem a Mohamed Al Fayed, que também é dono do Fulham.Al Fayed é o que se pode chamar de milionário excêntrico. Comprou a Harrods, uma loja tradicional instalada em um prédio de seis andares. Ali se vende de roupa a esculturas, de material para decoração a objetos de arte. Tudo a um preço totalmente vetado a pessoas comuns.Seu filho era Dodi Al Fayed, namorado de Lady Di, que morreu junto com ele em um acidente automobilístico em 31 de agosto de 1997 em Paris, quando fugiam do assédio de fotógrafos.Mohamed Al Fayed comprou também o Fulham, com a promessa de transformá-lo no "Manchester United do Sul", referindo-se ao clube inglês de maior sucesso dos últimos anos. O Fulham começou muito bem a temporada inglesa, estando em quinto lugar no campeonato. Conseguiu classificar-se para a segunda fase da Copa da Uefa e é dirigido por Jean Tiganá, que jogava no meio-campo da seleção francesa em 1986, juntamente com Michel Platini.Agora, com Pelé, se não conseguir aproximar-se dos êxitos do Manchester, certamente estará mais próximo dos programas noticiosos e das páginas de jornais. "Pelé é uma lenda do futebol mundial e não vejo como alguém poderia ser melhor do que ele na tarefa de revelar jogadores brasileiros para o Fulham", declarou Al Fayed ao jornal Evening Standard, de Londres.O convite foi aceito imediatamente por Pelé, que mostrou-se muito interessado em aumentar a participação de jogadores brasileiros no futebol inglês. "Existem jogadores brasileiros espalhados pelo mundo todo, fazendo sucesso. Estão na Holanda, Espanha e Itália, mas são poucos na Inglaterra. Quem sabe conseguiremos reverter esta situação?"Atualmente, Gilberto Silva, ex-Atlético/MG, que fez parte da seleção do pentacampeonato mundial, e Edu, ex-jogador do Corinthians, estão ganhando a vida no futebol inglês - ambos no Arsenal. Se depender de Pelé, poderão receber brevemente a companhia de jogadores do Santos. "Espero que possamos ter jogadores brasileiros habilidosos no Fulham, porque no meu time, o Santos, há muita gente boa." Algumas agências internacionais noticiaram também que o Fulham faria um convênio com o Santos, mas ninguém na Vila Belmiro confirma a notícia.Pelé chegou a trabalhar como técnico dos juvenis do Santos na gestão de Samir Abdul-Hak e, ao contrário de seu acordo com Al Fayed, tinha salário fixo de R$ 5.800,00. Uma de suas revelações foi o atacante Robinho, hoje titular do time principal do Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.