Ian Langsdon/EFE
Ian Langsdon/EFE

Pelé tem infecção quase curada, mas ficará mais um dia em observação

Rei do futebol está internado desde a última quarta-feira, quando sentiu o problema durante um evento em Paris

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2019 | 11h57

A saúde de Pelé segue melhorando neste sábado e o rei do futebol está mais próximo de ter alta médica. De acordo com a sua assessoria de imprensa, ele deverá permanecer internado por ao menos mais um dia, mas teve verificada uma evolução no quadro clínico de infecção urinária, que passou a sentir no meio desta semana.

Neste sábado, o ex-jogador de 78 anos passou por uma nova avaliação médica no Hospital Americano, em Paris, que mostrou que o problema está controlado e a infecção está praticamente extinta do seu corpo. Apesar disso, ele ainda ficará em observação, pois seu caso inspira mais cuidados que o normal.

O rei Pelé se queixou de uma febre durante um evento comercial em que encontrou o craque francês Kylian Mbappé. Ao ser avaliado, ficou constatada uma nova infecção, que já o acometeu em 2014. Por ser um paciente com apenas um rim, ele foi rapidamente tratado com antibióticos, e seu corpo respondeu bem aos medicamentos.

Apesar de apresentar boa melhora, o tricampeão do mundo cancelou sua ida a um evento onde seria homenageado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, neste domingo. Na sexta, ele agradeceu aos fãs pelos desejos de pronta recuperação.

"Muito obrigado por todo o amor! Os antibióticos estão fazendo efeito e os exames estão  todos ok. Eu estou me sentindo muito melhor e acho que estou pronto para jogar de novo!", afirmou o Rei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.