Mark Lennihan/AP
Mark Lennihan/AP

Pelé volta a criticar a preparação do Brasil para a Copa: 'É frustrante'

Rei do Futebol lembra que alguns estádios não foram concluídos a duas semanas do evento

O Estado de S. Paulo

22 de maio de 2014 | 14h13

SÃO PAULO - As incertezas em relação à Copa do Mundo voltaram a ser abordadas por Pelé, que fez críticas à demora do País em iniciar as obras para a competição. O tricampeão mundial pela seleção brasileira lembrou que a escolha da Fifa para sede do evento ocorreu em outubro de 2007 e, mesmo com o tempo hábil para se preparar, o Brasil não conseguiu entregar os estádios no prazo estimado.

"É frustrante. Ganhamos o direito de ter a Copa do Mundo há seis anos, eu estava lá. Agora, a uma semana, duas semanas do evento, as arenas da Copa não estão completas. Mas se Deus quiser, vai dar tudo certo", disse Pelé à Rádio Estadão na manhã desta quinta. Nesta semana, o Rei do Futebol afirmou também que os protestos e os próprios atrasos das obras devem afastar os turistas do Brasil. Na ocasião, Pelé afirmou que 25% dos estrangeiros já desistiram da viagem ao Brasil.

A 21 dias da abertura da Copa do Mundo, a Arena Corinthians, palco da partida inaugural da competição, que receberá Brasil e Croácia, ainda não foi completamente concluída - a montagem das arquibancadas provisórias está em andamento no setores norte e sul. Na Arena da Baixada e na Arena Pantanal ainda ocorre a instalação de parte dos assentos.

Os trabalhos no entorno da Arena Corinthians também não foram concluídos. No último domingo, o estádio recebeu quase 37 mil pessoas no primeiro jogo-teste para o Mundial. A segunda partida será disputada no dia 1.º de junho. A abertura do Mundial, por sua vez, ocorrerá no próximo dia 12, na estreia da seleção brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.