Pelo Brasileirão, Palmeiras anuncia pacote de reforços

Volantes Jumar e Sandro Silva, lateral-esquerdo Jeferson e o lateral-direito Fabinho Capixaba chegam na quarta

Daniel Akstein Batista, O Estado de S. Paulo

05 de maio de 2008 | 20h50

Passo a passo, o Palmeiras sonha alto. A primeira etapa, o Campeonato Paulista, já foi conquistada. A segunda, a Copa do Brasil, foi um desastre. Agora, o clube mira o topo do Campeonato Brasileiro. Com reais chances de chegar lá, garante Vanderlei Luxemburgo. Veja também: Conheça os heróis e reveja a campanha palmeirense Assista às imagens que antecederam a conquista Conheça os campeões dos outros estaduais pelo Brasil Makelele é o primeiro a deixar o Palmeiras após o título O técnico já ganhou cinco vezes a competição nacional. Com o Palmeiras, foi campeão em 1993 e 1994. Depois, levantou a taça em 1998 (Corinthians), 2003 (Cruzeiro) e 2004 (Santos). Em 2008, acredita o técnico, o Palmeiras vai brigar forte pelo título. "Acho que somos um dos favoritos", confirmou Luxemburgo. Sendo campeão, o comandante vai garantir aquilo que não conseguiu ao fracassar na Copa do Brasil e que ele e o Palmeiras tanto almejam: a classificação para a Libertadores. A conquista do torneio continental é algo que falta em seu vitorioso currículo. Luxemburgo coloca seu time como um dos favoritos ao título brasileiro, ao lado de São Paulo, Internacional e Flamengo, por exemplo. Mas, mesmo com o otimismo, o treinador alviverde diz que o Palmeiras ainda está atrás do rival paulista ou do gaúcho, cujos "projetos já se iniciaram há um bom tempo". Em busca de uma equipe melhor, Luxemburgo já indicou a contratação de reforços. Quatro deles já estão fechados: os volantes Jumar e Sandro Silva, o lateral-esquerdo Jeferson e o lateral-direito Fabinho Capixaba, que devem ser apresentados nesta quarta-feira, na volta da equipe aos treinos - os jogadores ganharam dois dias de folga após a goleada sobre a Ponte Preta por 5 a 0, no domingo, que garantiu a conquista do 22.º título estadual. A contratação mais esperada, no entanto, é a do atacante Keirrison, do Coritiba. A Traffic trabalha para resolver algumas questões jurídicas entre o clube paranaense e os empresários do jogador antes de anunciá-lo como reforço. Entre Keirrison e o Palmeiras já está tudo certo. Ele vai ganhar R$ 60 mil, média do elenco palmeirense e o dobro do que recebe no Coritiba, onde acaba de se sagrar artilheiro e campeão paranaense com apenas 19 anos. O vice-presidente Gilberto Cipullo espera que o problema seja resolvido ainda esta semana. Ironicamente, a estréia do Palmeiras no Brasileiro será justamente contra o Coritiba, domingo, no Couto Pereira. A Traffic já havia contratado o zagueiro Henrique, o meia Diego Souza e o atacante Lenny, e outro sonho da diretoria é com o meia chileno Carlos Villanueva, do Audax Italiano.   

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.