Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Pelo Campeonato Carioca, Fluminense poupa titulares contra o Duque de Caxias

Técnico Renato Gaúcho dá nova chance a Walter e Wagner

Ronald Lincoln Jr., Agência Estado

09 de março de 2014 | 08h05

RIO - Aliviado após conquistar a classificação para as semifinais do Campeonato Carioca na última rodada, o Fluminense vai a campo com um time misto para a partida contra o Duque de Caxias, neste domingo, às 16 horas, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Com isso, jogadores como o atacante Walter e o meia Wagner terão mais uma chance de mostrar serviço e lutar por uma vaga entre os titulares.

Diante do Duque de Caxias, o técnico Renato Gaúcho resolveu poupar os volantes Valencia e Diguinho, o meia Conca e os atacantes Fred e Rafael Sóbis, que têm sido titulares durante toda a temporada. Fred, que atuou pela seleção brasileira na última quarta-feira, no amistoso na África do Sul, recebeu folga, mas, ainda assim, treinou na sexta-feira e, segundo o treinador, insistiu para jogar neste domingo.

Depois de uma conversa com Renato Gaúcho, porém, ele concordou em ficar fora. Com a ausência do lateral-esquerdo Carlinhos, que se recupera de contusão, e do zagueiro Gum, suspenso, o Fluminense jogará com apenas quatro titulares neste domingo. São eles: o goleiro Diego Cavalieri, o zagueiro Elivélton, o volante Jean e o lateral-direito Bruno. Ainda assim, contará com uma equipe forte, pois tem reservas de qualidade.

É o caso, por exemplo, de Wagner e Walter. Além deles, Renato Gaúcho escalou Leandro Euzébio, Ailton, Willian, Marcos Junior e Biro Biro para enfrentar o Duque de Caxias. Se para o Fluminense a maré é boa, a vitória para o Duque de Caxias é essencial na luta para se manter na divisão de elite do Campeonato Carioca. O time está na zona de rebaixamento com apenas oito pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato CariocaFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.