Divulgação
Divulgação

Pelo Carioca, Botafogo e Flamengo duelam em momentos distintos

Com compromissos pela Libertadores, equipes apostam em estratégias diferentes para o clássico

AE, Agência Estado

09 de março de 2014 | 07h33

RIO - Botafogo e Flamengo fazem o clássico da rodada, neste domingo, a partir das 18h30, no Maracanã, passando por momentos distintos no Campeonato Carioca. Os flamenguistas lideram com folga a competição e já garantiram vaga nas semifinais, enquanto os botafoguenses estão virtualmente eliminados. Além do Campeonato Carioca, os dois rivais dividem as atenções deste primeiro semestre com a disputa da Libertadores.

O Botafogo priorizou a competição continental, poupando os titulares em grande parte dos jogos na estadual. O Flamengo, por sua vez, optou por jogar com força máxima com maior frequência. Praticamente eliminado do Campeonato Carioca - precisaria vencer as três partidas restantes e torcer por uma incrível combinação de resultados para ir às semifinais -, o Botafogo irá jogar mais um clássico com o time reserva.

Mesmo porque, tem compromisso pela Libertadores na quarta-feira. A tendência é que a equipe do técnico Eduardo Hungaro seja praticamente a mesma que venceu o Fluminense por 3 a 0 no último clássico, mas com o reforço do atacante paraguaio Zeballos, que finalmente teve sua documentação regularizada e poderá estrear com a camisa do Botafogo. Já o Flamengo mandará a campo neste domingo o que tem de melhor - mesmo tendo jogo pela Libertadores também na próxima quarta-feira, quando precisa da vitória para virar líder do seu grupo.

Os únicos desfalques são o meia Elano e o lateral-esquerdo André Santos, ambos vetados pelos médicos. O regulamento do Campeonato Carioca deste ano prevê que a equipe que terminar a fase de classificação na liderança será considerada campeã da Taça Guanabara (antigo primeiro turno da competição). Assim, o Flamengo também pode assegurar esse título simbólico já neste domingo, se vencer o clássico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.