Mauro Pimentel / AFP
Mauro Pimentel / AFP

Pelo Flu, Sornoza comemora 1º gol olímpico da carreira: 'Fui feliz no lance'

Meia equatoriano acredita que gol aconteceu no momento certa e dá mais confiança para partida de volta

Estadão Conteúdo

03 Agosto 2018 | 09h40

O meia equatoriano Junior Sornoza era só sorrisos no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, depois da vitória do Fluminense por 2 a 0 sobre o Defensor, do Uruguai, pela rodada de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. E não era para menos. No final da partida, marcou um gol olímpico, o primeiro de seu carreira, para definir o triunfo tricolor.

"Foi um gol muito importante, vinha precisando desse gol. Vi que o goleiro ficava um pouco adiantado e pensei que a bola poderia entrar e graças a Deus, o gol veio. Quase nunca treino gol olímpico, só muitos cruzamentos, mas fui feliz no lance", explicou Sornoza, em entrevista coletiva concedida junto com seu filho Martín no colo.

O equatoriano também falou sobre a forma de jogar do Defensor, que optou por uma tática defensiva muito recuada. "Sabíamos que seria complicado, que fariam cera para não tomar gol, mas mantemos a gana e buscamos o gol o tempo todo. Chegou no momento certo, quando precisávamos, um gol que nos ajuda muito para a partida de volta, nos dá muito confiança", destacou.

Daqui duas semanas, o Fluminense jogará no Uruguai e pode perder por até um gol de diferença e ainda tem a vantagem do gol qualificado fora de casa, para avançar às oitavas de final. "O resultado positivo nos deixa um pouco mais tranquilo para a partida de volta, mas sabemos que será muito complicado. Eles vão sair para o jogo e temos que ser inteligentes e cautelosos", completou Sornoza.

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa Sul-americana Fluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.