Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Pelo hexacampeonato, Corinthians tenta controlar ansiedade

Além de vencer o Coritiba, time terá de esperar jogo do Atlético-MG

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2015 | 07h00

Após 16 rodadas ininterruptas na liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians entra em campo neste sábado, às 19h30, contra o Coritiba, no Itaquerão, para confirmar o seu favoritismo e ser campeão. Mas ganhar não basta. Além da vitória, para os corintianos comemorarem o sexto título nacional ainda será necessário esperar até o domingo e torcer para que o Atlético-MG não derrote o Figueirense.

O Corinthians pode, assim, se tornar o primeiro campeão brasileiro da história sem estar em campo. Apesar de Vagner Love ter dito no início da semana que alguns jogadores estavam planejando dar volta olímpica mesmo sem que o título estivesse garantido, Tite disse que não acredita que isso irá ocorrer em caso de vitória. No entanto, ele afirmou que não vetará a comemoração no estádio.

“Não proíbo ninguém, não tenho esse direito, mas sei o grupo que temos”, disse. “Prefiro ser taxado de politicamente correto do que desrespeitoso com o adversário”.

O desafio do treinador nos últimos dias tem sido controlar a ansiedade dos jogadores. A tarefa é árdua. Com o título brasileiro tão próximo, o próprio Tite tem encontrado dificuldades para cuidar da sua parte emocional.

Na sexta-feira, o treinador não segurou a emoção e chorou ao relembrar o pai Genor, morto em 2009, às vésperas de Tite conquistar a Copa Suruga, no Japão, com o Internacional. Durante entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico, o treinador foi perguntado sobre quem seria a primeira pessoa de quem gostaria de receber os parabéns após o Corinthians conquistar o Campeonato Brasileiro. Tite, então, ficou em silêncio alguns segundos e, com os olhos cheios de lágrimas, falou do pai.

“Ele viu o filho comer uma massa do caramba, sendo despedido de tudo que é lado. Queria que ele saboreasse o outro lado”, disse Tite.

Assim como os jogadores, a torcida também planeja fazer festa no Itaquerão. Os ingressos para a partida destge sábado estão esgotados há mais de duas semanas. A expectativa, inclusive, é de novo recorde de público na arena.

Tite, no entanto, mantém o discurso cauteloso. “Já gritamos (é campeão) no outro jogo (contra o Atlético-MG). A emoção, o carinho e a paixão do torcedor são compreensíveis.”

Se o Corinthians não for campeão no domingo, a próxima chance de conquistar o título será apenas no dia 19, quando a equipe enfrenta o Vasco, no Rio, pela 35.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS

Cássio; Edílson; Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Elias, Renato Augusto e Jadson; Malcom e Vagner Love Técnico: Tite

CORITIBA

Wilson; Leandro Silva, Juninho, R. Marques, Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Ruy e Juan; Henrique Almeida e Kleber Técnico: Pachequinho

Juiz: Dewson F. Freitas da Silva (PA)

Local: Itaquerão

Horário: 19h30

Transmissão: Pay-per-view

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.