Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Pelo menos quatro jogadores ainda devem deixar o Palmeiras

Diretoria quer reduzir elenco alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 de junho de 2015 | 18h11

Com um elenco formado por 37 jogadores, contando Leandro Almeida e Lucas Barrios que chegarão em breve, o Palmeiras não deve contratar mais ninguém e o próximo objetivo é diminuir o grupo para facilitar o trabalho do técnico Marcelo Oliveira. A ideia é que pelo menos quatro jogadores deixem o clube nos próximos dias. 

O clube conta com cinco goleiros, sendo três mais experientes, casos de Fernando Prass, Aranha e Jailson. Dos três, quem tem mais chance de sair é Aranha, que chegou a ser sondado pelo Coritiba e por alguns clubes do exterior. 

A defesa também passará por mudanças. Com a chegada de Leandro Almeida, Marcelo Oliveira ficará com sete atletas para a zaga. Além do reforço, já estão no grupo, Jackson, Nathan, Tobio, Victor Ramos, Vitor Hugo e Wellington. Nathan está nos planos do Atlético-PR e Tobio pode voltar para o futebol argentino. O Boca Juniors e o Independiente têm interesse nele. 

No meio, Valdivia deve mesmo sair. Com contrato até o dia 17 de agosto, só uma grande reviravolta vai manter o chileno no clube. Allione está nos planos do Rosário Central e também do Boca, mas inicialmente a diretoria palmeirense não tem interesse em negociá-lo. 

Já o ataque é o setor onde a concorrência é maior. Com Barrios, que se apresenta após a participação da seleção do Paraguai na Copa América, somam-se dez jogadores. São eles: Alecsandro, Cristaldo, Dudu, Gabriel Jesus, Kelvin, Leandro Pereira, Leandro, Mouche e Rafael Marques. 

Os únicos atacantes que têm presença garantida são Alecsandro, Dudu, Gabriel Jesus, Kelvin, Rafael Marques e, claro, Barrios. Leandro Pereira pode ir para o Coritiba como parte da negociação envolvendo Leandro Almeida. O Atlético-PR e Grêmio também estão de olho no jogador. Já Leandro voltou recentemente ao time, após grave lesão e só não foi emprestado antes porque o técnico Oswaldo de Oliveira havia pedido sua permanência. Com a saída do treinador, ele também pode deixar o clube. 

Mouche está em recondicionamento físico e deve retornar aos gramados em breve. Já Cristaldo, chegou a estar nos planos do River Plate, mas o Palmeiras recusou conversar. 

Nesta segunda-feira, os jogadores que não foram titulares na partida contra o Grêmio se reapresentaram e fizeram um jogo-treino contra o time sub-20 alviverde. Já os titulares folgaram e só voltam as atividades na terça-feira. Na quarta, o elenco viaja para Atibaia onde treinará até sexta-feira. O time encara o São Paulo, domingo, no Allianz Parque. 


Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.