Divulgação / EC Pelotas
Divulgação / EC Pelotas

Pelotas vence Grêmio nos pênaltis e é bicampeão da Recopa Gaúcha

Equipe alternativa do tricolor perde a decisão fora de casa após empate no tempo normal

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2020 | 19h11

O Pelotas conquistou o segundo título consecutivo da Recopa Gaúcha ao derrotar o Grêmio, neste domingo, no Estádio Boca do Lobo, por 5 a 4 nas cobranças de pênalti, após empate por 1 a 1 no tempo normal.

O time gremista foi representado por uma equipe alternativa, sob a direção de Thiago Gomes. Os titulares e o técnico Renato Gaúcho se preparam para a estreia no Gauchão, quarta-feira, às 20h, contra o Caxias, na Arena, em Porto Alegre.

O jogo foi bastante disputado com as duas equipes se revezando na armação das jogadas e pela procura do ataque. A exemplo da equipe titular, os reservas gremistas apostaram na posse de bola e conseguiram criar três boas oportunidades antes dos 15 minutos.

O Pelotas se defendeu bem e não desperdiçou a primeira oportunidade. Após cobrança de escanteio de Jean Roberto, aos 16 minutos, a defesa do Grêmio falhou e Mateus Santana nem precisar pular para cabecear e abrir o placar.

O Grêmio prosseguiu no mesmo ritmo e manteve com o domínio da partida, mas não conseguiu o empate, graças ao bom trabalho do goleiro Douglas Silva.

O segundo tempo ficou mais aberto, pois o Grêmio se lançou ao ataque em busca do gol de empate, enquanto o Pelotas teve confiança para tentar ampliar a vantagem. Com isso, várias oportunidades foram criadas dos dois lados, mas sem sucesso.

Aos 39 minutos, em uma jogada bem armada pelo lado direito, Guilherme Azevedo rolou para Felipe, que cruzou na cabeça de Ferreira: 1 a 1. E a disputa foi para os pênaltis.

Das dez cobranças realizadas, apenas o zagueiro Rodrigues falhou, diante da defesa do goleiro Douglas Silva.

Tudo o que sabemos sobre:
Pelotas [RS]Grêmiofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.