Ricardo Duarte/SC Internacional
Ricardo Duarte/SC Internacional

Pensando no Paraná, Internacional pega Santa Cruz com time alternativo na Série B

Equipe de Guto Ferreira busca oitava vitória consecutiva em Porto Alegre

Estadao Conteudo

30 de setembro de 2017 | 07h46

Com uma nova "final" pela frente - encara nesta terça-feira o Paraná na Arena da Baixada, em Curitiba, para um público que deve ser de 40 mil torcedores -, o Internacional deve enfrentar o desesperado Santa Cruz com um time alternativo neste sábado, às 16h30, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 27.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Como entrou em campo na última quarta-feira na vitória diante do América-MG por 2 a 1, e enfrentará o Paraná nesta terça, a cúpula do Internacional considerou essencial preservar alguns jogadores, ainda mais agora que abriu uma certa vantagem na liderança. O time gaúcho tem 51 pontos, contra 48 da equipe mineira. O rival paranaense está no G4 - a zona de acesso.

Do outro lado, o desafio do Santa Cruz é ficar ao final desta rodada fora da zona de rebaixamento. O time pernambucano melhorou com a chegada do técnico Marcelo Martelotte e não perde há quatro jogos, mas segue em alerta. Na tabela de classificação, soma 29 pontos.

O técnico Guto Ferreira não deu pistas sobre a possível formação do Internacional e ainda brincou ao desafiar os jornalistas sobre a provável escalação. "Vocês sabem que Uendel e Nico López estão suspensos. O resto só amanhã (sábado). Vocês vão poder fazer apostas com a escalação", brincou o treinador, agora já na contagem regressiva para garantir o acesso do clube.

Como o próprio Guto Ferreira adiantou, Uendel e Nico López cumprem suspensão automática. Carlinhos assume a lateral esquerda, enquanto que a ausência do uruguaio não interfere na escalação, já que vem sendo opção no banco de reservas. A expectativa é que nomes como D´Alessandro e William Pottker sejam poupados.

O lateral-direito Cláudio Winck, recuperado de uma lesão na coxa esquerda, treinou normalmente nesta sexta-feira, chegou a dar indícios de que poderia atuar, mas foi mais uma vez preservado. Alemão continua como titular.

No Santa Cruz, o único desfalque é o volante Derley, que recebeu o terceiro cartão amarelo no empate sem gols com o Ceará e cumpre suspensão automática. O seu substituto ainda não está definido. Como a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não respondeu sobre a liberação ou não de Bileu, a vaga deve ser preenchida por João Ananias.

Existe, porém, a possibilidade de Marcelo Martelotte promover a estreia do zagueiro Guilherme Mattis, ex-Bragantino. Se isso acontecer, Anderson Salles seria adiantado para fazer a função de volante. "Tem que estar atento e marcar muito perto. Esse jogo, mais do que nunca, tem que estar muito ligado e muito atento. Tem que saber neutralizar os pontos deles, mas não ficar só marcando. Apesar deles terem uma equipe qualificada, também temos que agredir", afirmou o experiente Anderson Salles.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.