OLI SCARFF / AFP
OLI SCARFF / AFP

Pep Guardiola testa positivo para covid-19 e é 21º membro do Manchester City com a doença

Treinador não comanda o time contra o Swindon Town, da quarta divisão, fora de casa, pela estreia na Copa da Inglaterra.

Redação, Estadão Conteúdo

06 de janeiro de 2022 | 11h03

Um surto de covid-19 atingiu em cheio o Manchester City, na Inglaterra. Nesta quinta-feira, o clube revelou que o técnico espanhol Pep Guardiola se tornou o 21.º profissional do departamento de futebol a testar positivo para o novo coronavírus ou ter contato com alguém infectado. Assim, ele não estará presente no jogo desta sexta contra o Swindon Town, da quarta divisão, fora de casa, pela estreia na Copa da Inglaterra.

O resultado do exame PCR de Guardiola, realizado na última terça-feira, foi divulgado nesta quinta pelo clube inglês. De acordo com o comunicado oficial divulgado no site e nas redes sociais do Manchester City, o treinador espanhol está bem de saúde e já entrou em isolamento.

Quem também testou positivo foi o assistente técnico Juanma Lillo. Do total de 21 infectados pela covid-19 ou com contato com alguém com a doença no clube, 14 são de membros do staff e sete são jogadores do elenco principal. O clube não revelou se todos tiveram resultado positivo.

Dos sete atletas colocados em isolamento, dois foram infectados com o vírus da covid-19: o lateral-esquerdo ucraniano Oleksandr Zinchenko e o meia-atacante inglês Phil Foden.

Quem vai comandar o Manchester City contra o Swindon Town será o assistente técnico Rodolfo Borrell. A partida é válida pela terceira fase da Copa da Inglaterra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.