Reuters/Rafael Marchante
Reuters/Rafael Marchante

Pepe elogia Cristiano Ronaldo em meio a polêmica: 'Está motivado como sempre'

Atacante do Real Madrid tem sofrido com as acusações de fraude fiscal

O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2017 | 15h34

Melhor jogador do mundo eleito pela Fifa, Cristiano Ronaldo seria o centro das atenções de qualquer forma na Copa das Confederações. As acusações de fraude fiscal contra ele e o suposto desejo de deixar o Real Madrid, no entanto, atraíram ainda mais os holofotes para o craque na Rússia. Em meio às polêmicas, Portugal entra em campo nesta quarta-feira para encarar a seleção da casa em Moscou, pela segunda rodada do Grupo A do torneio.

Na véspera da partida, o zagueiro Pepe falou sobre o momento atravessado por Ronaldo, manifestou apoio e fez questão de exaltar seu companheiro, com quem atua lado a lado também no Real. "Cristiano é um jogador que está completamente motivado para ajudar Portugal, como ele sempre está", garantiu.

Depois de empatar com o México na estreia, Portugal precisa derrotar os donos da casa para encaminhar a vaga às semifinais do torneio. E o técnico Fernando Santos também afirmou que as polêmicas em nada atrapalharão Ronaldo ou qualquer outro jogador da equipe na partida, que acontecerá ao meio-dia (de Brasília).

"Amanhã, nós temos uma partida muito importante com a Rússia", disse. "Todos os jogadores estão concentrados no duelo com os russos, e o Cristiano Ronaldo também está completamente concentrado no jogo que teremos amanhã."

Se Portugal estreou com empate com Camarões, a Rússia mostrou um bom futebol para confirmar o favoritismo e bater a frágil Nova Zelândia. Além disso, terá a seu favor uma torcida fanática e barulhenta em Moscou. Por isso, os próprios portugueses descartaram o rótulo de favoritos para o duelo.

"Temos um enorme respeito pela Rússia, tem uma equipe com muita qualidade que tem crescido, cada vez mais está entrosada", comentou Fernando Santos. "Os jogadores da Rússia trabalham muito, dão o máximo. Pressionam muito quem tem a bola. Temos que ter muita humildade. Sabemos que vai ser complicado, mas queremos dar alegria ao nosso país", completou Pepe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.