Perda de pontos não preocupa o Marília

O presidente do Marília, José Roberto Duarte de Mayo, afirmou nesta terça-feira que o seu clube não tem com o que se preocupar quanto à possível perda de pontos pela utilização supostamente irregular do atacante Jailson na vitória de 2 a 0 contra a Anapolina, no sábado, na estréia das equipes no Campeonato Brasileiro da Série B.O clube goiano ameaçou entrar na Justiça alegando que o jogador ainda teria vínculo com o Santa Cruz e não estaria apto a fazer sua estréia pelo time do interior paulista. "O Jailson atuou de forma legal. O Marília regularizou sua situação com a CBF, a qual nos enviou o Boletim Informativo (BID) com o nome do jogador inscrito e liberado para o jogo", disse Mayo, confirmando ainda que seu time tem documentos que comprovam a atuação legal de Jailson.Outro fator que tranqüiliza a diretoria do Marília é que o próprio presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Luiz Zveiter, liberou todos os jogadores inscritos até o final de semana e que, eventualmente, não estivessem relacionados no BID.Tudo por causa do feriado prolongado que deixou a sede da CBF fechada por uma semana. Até os clubes da Série A do Brasileiro foram beneficiados com a medida, comunicada aos clubes através de uma circular.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.