Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Perícia não encontra sinais de violência e atesta afogamento do pai de Alisson e Muriel

Corpo de José Agostinho Becker estava em barragem na propriedade da família, em Lavras do Sul (RS); goleiro do Liverpool usou as redes sociais para agradecer apoio

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2021 | 19h43

O IGP (Instituto-Geral de Perícias) atestou na manhã desta quinta que José Agostinho Becker, pai dos goleiros Alisson, do Liverpool e da seleção brasileira, e Muriel, do Fluminense, faleceu por afogamento. José Becker tinha 57 anos. O corpo dele foi encontrado na noite de quarta-feira, 24 de fevereiro, após desaparecer em uma barragem na casa de campo da família em Lavras do Sul (RS).

No corpo, não foram identificados sinais de violência ou de que José tenha tentado se defender de alguma coisa, segundo o IGP. A necropsia foi realizada no PML (Posto Médico-Legal) de Bagé, a 61 km de Lavras do Sul, e o corpo foi liberado na manhã desta quinta.

As circunstâncias nas quais José acabou caindo dentro da barragem não são conhecidas - não se sabe, por exemplo, se havia alguém por perto ou o que o teria feito ele entrar na água. A barragem fica localizada a 20km do centro de Lavras do Sul.

Ao portal Uol, o delegado André de Mattos, responsável pelo caso, afirmou que já instaurou um inquérito e testemunhas já foram ouvidas. Segundo Mattos, a intenção é 'aprofundar a investigação' e ainda buscará descobrir se José Becker havia consumido alguma substância capaz de alterar a consciência (como álcool ou alguns remédios) ou se estava acompanhado.

José estava desaparecido desde a noite de quarta-feira, e o corpo do pai dos jogadores foi encontrado por volta das 22h50 (de Brasília) por amigos e funcionários da propriedade, segundo o Corpo de Bombeiros de Caçapava do Sul.

Ainda nesta quinta-feira, Alisson foi às redes sociais agradecer o apoio dado à sua família pela perda do pai. Ao longo do dia, companheiros dos goleiros também publicaram mensagens de pesar pela morte de José Agostinho. O jogador do Liverpool disse que sua família se sente amada por todos que dedicaram seu tempo para prestar solidariedade.

"Gostaria de agradecer a todos pelas mensagens e homenagens ao meu amado pai! Nossa família se sente amada por todos! Que Deus abençoe a vida de cada um", escreveu Alisson.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAlissonMuriel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.