Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Péricles Chamusca é o novo técnico do Coritiba

Treinador será apresentado nesta segunda-feira, na reapresentação do elenco

O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2013 | 10h49

SÃO PAULO - Após tentar Celso Roth, Caio Júnior e Adilson Batista, o Coritiba acertou a chegada de um novo técnico para substituir Marquinhos Santos, que foi demitido na última quinta-feira. Trata-se de Péricles Chamusca, que foi o nome escolhido na noite de domingo, após reunião do presidente Vilson Ribeiro de Andrade com o gerente de futebol André Mazzuco. O treinador, será apresentado nesta segunda-feira, na reapresentação do time, após a derrota por 3 a 0, sofrida contra o Náutico, na Arena Pernambuco.

Chamusca, que completou 48 anos neste domingo, estava desempregado desde abril, quando foi demitido pela diretoria da Portuguesa, após a equipe que ainda disputava a Série A-2 do Campeonato Paulista, ser goleada por 7 a 0, pelo Comercial de Ribeirão Preto. Mesmo com o revés, o comandante deixou a Lusa com um histórico de quatorze vitórias, quatro empates e quatro derrotas.

Em entrevista à rádio à Rádio Banda B de Curitiba, o presidente Vilson Ribeiro de Andrade confirmou a contratação do comandante até o fim do ano. "Já estávamos trabalhando nisso, porém, o mercado está difícil e o perfil jovem e com projetos que nós tínhamos dificultava. Tivemos dificuldades com questão de comissão técnica que queriam trazer e o nome do Péricles já nos interessava bastante" disse o mandatário.

Péricles Chamusca fará sua estreia pelo Coritiba logo contra o Flamengo, equipe que o treinador venceu pela final da Copa do Brasil de 2004, quando ainda estava à frente do Santo André. A partida, válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, vai acontecer no estádio Couto Pereira, nesta quarta-feira, às 21h. E logo em seu primeiro desafio, o comandante não poderá contar com Gil, Bottinelli e Escudero, que suspensos, não podem atuar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.