Epitácio Pessoa/AE
Epitácio Pessoa/AE

Personagens de Corinthians x Cruzeiro falam sobre polêmico pênalti no Pacaembu

Lance que decidiu a vitória alvinegra é o principal assunto do momento no Campeonato Brasileiro

estadão.com.br,

14 de novembro de 2010 | 09h40

SÃO PAULO - O Campeonato Brasileiro teve na noite de sábado o seu lance mais polêmico. Durante partida entre Corinthians e Cruzeiro no Pacaembu, o árbitro Sandro Meira Ricci assinalou pênalti duvidoso de Gil sobre Ronaldo, nos instantes finais do jogo. O Fenômeno cobrou com tranquilidade e fez o gol da vitória alvinegra por 1 a 0.

Veja também:

BRASILEIRÃO - tabela Classificação | lista Resultados

linkCorinthians bate o Cruzeiro por 1 a 0

O resultado deixou o time paulista mais perto do título, com 63 pontos. Já os mineiros, com 60, veem mais distante o sonho de levantar o troféu do Brasileirão. A competição terá apenas mais três rodadas.

Depois do confronto, muitos envolvidos na partida falaram sobre a arbitragem. Alguns exaltados e outros com mais calma.

Veja opiniões sobre o polêmico lance no Pacaembu:

Cuca, técnico do Cruzeiro - "O Fluminense que abra o olho, está muito estranho o negócio. Estas coisas fazem a gente pensar em continuar ou não na profissão. Isso aí não foi um erro comum. Ele estava de frente para o lance"

Tite, técnico do Corinthians - "É um lance claro de pênalti, há uma força desproporcional de quem vem de trás, numa bola em que o Ronaldo tem autonomia no lance"

Zezé Perrela, presidente do Cruzeiro - "Não acho que o Andres Sanches [presidente do Corinthians] tenha pagado o juiz, mas alguém pagou por ele. Com certeza o árbitro levou dinheiro para fazer o que fez hoje (sábado). Este cara é um safado e incompetente"

Andres Sanches, presidente do Corinthians - "Acho que ele [Zezé Perrela, presidente do Cruzeiro] perdeu um pouco o controle. Eu abro aqui para qualquer um ver que não existe esquema. Pelo contrário, não temos caixa 2, como muitos clubes por aí".

Roger, meia do Cruzeiro - "Já estive lá em 2005 e sei como as coisas funcionam no Corinthians. Naquela época não reclamei e agora também não posso reclamar"

Ronaldo, atacante do Corinthians - "Gente, vamos parar de história. Foi pênalti. O cara deu um tranco quando eu ia dominar a bola. E outra coisa, quando anularam dois gols meus (legítimos) contra o Guarani, não vi tanta gente assim falando"

Thiago Ribeiro, atacante do Cruzeiro - "É sempre a favor do Corinthians. Não sai da minha cabeça o que também aconteceu aqui em 2005 [referência ao suposto pênalti sofrido por Tinga, do Internacional, em jogo decisivo do Brasileirão daquele ano]"

Elias, volante do Corinthians - "Não podem [os cruzeirenses] sair por aí falando que estamos sendo favorecidos se estamos trabalhando duro por este título. O árbitro está de parabéns"

Roberto Horcades, presidente do Fluminense - "O que aconteceu tem de ser apagado do futebol brasileiro. Se isso é uma crítica, estou criticando também. Mas eu concordo com muita coisa que o Perrela disse".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.