Reprodução/Twittter
Reprodução/Twittter

Perto da zona de rebaixamento, Sport tenta surpreender o São Paulo no Morumbi

Equipe de Jair Ventura não pontua há três partidas, somando apenas um ponto a mais que o Vasco

Redação, Estadão Conteúdo

06 de dezembro de 2020 | 12h43

Em queda livre, o Sport tem uma missão bastante complicada para não depender de outros resultados para continuar fora da zona de rebaixamento. Neste domingo, o time pernambucano enfrenta o São Paulo, às 16 horas, no Morumbi, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Sem pontuar nas últimas três partidas e amargando um jejum de quatro jogos sem vitórias, o Sport está à beira da zona de rebaixamento, em 16.º lugar, com 25 pontos, um a mais do que o Vasco. O time cruzmaltino, porém, ainda tem um jogo a menos.

Não bastasse a dificuldade de enfrentar um dos melhores times do campeonato, o Sport ainda precisa superar alguns problemas. Leandro Barcia sofreu uma grave lesão no joelho - suspeita de ruptura no ligamento - e Marquinhos cumpre suspensão automática.

Thiago Neves, que foi poupado na derrota para o Santos, por 4 a 2, na Vila Belmiro, entra no lugar de Marquinhos. A dúvida é quem vai substituir Leandro Barcia, que vinha fazendo a função de "falso" 9. Recém-recuperado da covid-19, Dalberto, contratado recentemente junto ao Juventude, é a principal opção.

A partida vai marcar o retorno de Jair Ventura depois de dois jogos afastado. O treinador precisou cumprir quarentena após testar positivo para a covid-19 e voltou aos trabalhos presenciais na última terça-feira.

"Eu não pensei em ficar do jeito que fiquei, quando tive a covid. Foram cinco dias, praticamente seis dias de cama. Calafrios, dor no corpo, febre, foi bem difícil, eu ainda estou me recuperando, sem os sintomas, mas ainda um pouco debilitado. Mas, o mais importante é poder voltar a trabalhar, sensação de impotência, você ficar longe do seu grupo, do seu ambiente, do seu habitat natural que é o futebol", disse Jair Ventura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.