Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Perto de 150º jogo pelo Palmeiras, Dudu aposta em retrospecto no clássico

Atacante encontra no sábado, pelo Campeonato Brasileiro, o rival contra o qual mais vezes marcou gols

O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2017 | 11h00

O Palmeiras tem um trunfo para bater o Santos, neste sábado, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. O atacante e capitão Dudu vai completar no clássico a marca de 150 partidas pelo clube e ainda celebrar a data diante do rival contra quem mais vezes marcou. Em 11 jogos contra o adversário, ele fez três gols e deu uma assistência.

+ Boa sequência do Palmeiras faz Guerra e Borja perderem espaço no time

O Santos traz para o jogador a recordação especial do título da Copa do Brasil de 2015, o primeiro de Dudu pelo Palmeiras. O atacante marcou os gols na vitória por 2 a 1 no tempo normal da decisão e no mesmo ano anotou contra o rival em um clássico pelo Campeonato Brasileiro. Por coincidência, a marca de 150 jogos pelo Dudu será atingida na partida que será o milésimo clássico da história do Palmeiras.

"Desde o meu primeiro dia no Palmeiras, senti algo especial. Eu me identifiquei demais com a torcida, com o clube e estou muito feliz. Só tenho a agradecer por tudo o que estou vivendo e espero que essa relação dure por muito tempo. O Palmeiras é o clube que eu e minha família amamos", afirmou o jogador, que chegou ao clube no começo de 2015.

+ Meia Ricardo Goulart revela ter recusado sondagem do Palmeiras

O veterano Zé Roberto, de 43 anos, comentou nesta quarta-feira sobre a marca atingida pelo colega. Os dois se conhecem desde os tempos de Grêmio, onde jogaram juntos em 2014. "Os momentos difíceis que ele passou serviram como exemplo para que ele amadurecesse, para se tornar um jogador mais completo. Hoje é um Dudu que tem uma filosofia de busca na profissão, no sentido de títulos que já conquistou e está buscando. A visão dele é buscar um espaço na seleção também", disse.

Para o jogo deste sábado, contra o Santos, o Palmeiras já vendeu 30 mil ingressos. A partida marca o retorno da equipe à arena após ter atuado no Pacaembu, contra o Coritiba, enquanto o local recebia um festival de rock.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.