Perto de cair à Série C nacional, Mogi Mirim anuncia a dispensa de 11 jogadores

Com um pé na Série C do Campeonato Brasileiro em 2016, o Mogi Mirim, como já era previsto, divulgou nesta quinta-feira a dispensa de 11 jogadores que não estão nos planos para a próxima temporada. O desmanche ocorreu horas depois da saída do técnico Márcio Goiano e antes do término da Série B nacional.

Estadão Conteúdo

29 de outubro de 2015 | 19h05

Fábio Sanches, Serginho, Igor, Luiz Fernando, Elton, Junior Juazeiro, Elvis, Leonardo, Erê, Everton Heleno e Rafinha formam o time de dispensados do clube, que precisa vencer todos os seis jogos que restam e torcer por uma combinação milagrosa de resultados para não ser rebaixado.

Um dos motivos apontados para a quebra de contrato com os jogadores é diminuir as despesas com salários e aluguéis. Que, aliás, estão atrasados. Outros jogadores deixaram o clube há pouco menos de dois meses. O lateral-direito Edson Ratinho, o zagueiro João Paulo, o meia Rivaldo e os atacantes Geovane e Rivaldo Júnior saíram antes da virada do primeiro para o segundo turno da Série B.

Sob o comando do interino Geraldo Meira, os jogadores que ficaram vão a campo neste sábado contra o ameaçado Ceará, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP), pela 33.ª rodada da competição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BMogi Mirim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.