Reuters
Reuters

Perto de estreia, Wenger promete reforços no Arsenal

Até o momento, apenas o desconhecido atacante Yaya Sanogo, do Auxerre, foi contratado

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 11h49

LONDRES - Longe da briga por títulos importantes nos últimos anos, o Arsenal tem decepcionado seu torcedor, que pede reforços de peso para que a equipe mude essa realidade. Até o momento, no entanto, somente o desconhecido atacante Yaya Sanogo, que estava no Auxerre, foi contratado para esta temporada, o que aumenta a desconfiança.

Ciente disso, o técnico Arsène Wenger se pronunciou e prometeu reforços até o fim da janela para transferências. "Estamos ativos. Estamos em uma situação como o Manchester United, como o Chelsea, na qual todo mundo espera contratações e até o momento quase nada aconteceu", declarou, em entrevista ao site do clube.

Além de não ter contratado, o Arsenal ainda perdeu peças como os meias Gervinho, que foi para a Roma, e Arshavin, de volta para o Zenit, além do atacante Chamakh, contratado pelo Crystal Palace. Até por isso, Wenger garantiu que o clube vai atrás de novos nomes, apesar de não especificar quantos atletas devem ser contratados.

"Temos 18 dias (para o fim da janela de transferências), então é um longo período no mercado de transações, e esperamos estar ativos", afirmou. "Não posso dar certeza do número (de jogadores que chegarão), mas estaremos ativos até o fim, isso é certeza", garantiu o treinador.

Para a estreia no Campeonato Inglês, no entanto, a equipe não deve contar com novas peças. Isso porque a primeira partida do Arsenal na competição será já neste sábado, diante do Aston Villa, no Emirates Stadium.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolArsenalArsène Wenger

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.