Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Perto do 100º jogo no Palmeiras, Edu Dracena vibra: 'Não troco meus 37 anos'

Zagueiro manifesta interesse de renovar contrato, elogia forma física e diz que idade é apenas um número

O Estado de S. Paulo

04 Setembro 2018 | 15h31

O zagueiro Edu Dracena, do Palmeiras, comemorou nesta terça-feira a expectativa para chegar à marca de cem jogos pelo clube. Na quarta-feira o defensor de 37 anos vai atingir o número ao enfrentar o Atlético-PR, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, e na véspera da data, o jogador garante ainda se sente jovem e com capacidade para atuar em alto nível.

"Idade é mais para as pessoas que veem de fora. Minha cabeça é de um garoto de 22, 23 anos. Eu me preparei para chegar a esse momento bem, como estou hoje, me sentindo bem. Minha forma física é uma das melhores que já tive", disse o zagueiro. "Lógico que pegar um garoto vai ter muito mais rapidez e agilidade, mas não tem a experiência que ganhei. Não troco meus 37 anos", completou.

Dracena chegou ao Palmeiras em 2016 e foi campeão brasileiro naquele ano. O defensor é titular da equipe nesta temporada depois de ter feito uma preparação diferenciada em janeiro, com mais tempo de treinos para evitar lesões ao longo de ano. O zagueiro disse que a idade é só um número para quem vê de fora e reiterou que tem a cabeça de um jovem.

O defensor explicou que apesar de ter contrato somente até o fim do ano, gostaria de permanecer no clube. "Lógico que quero ficar, quero permanecer, mas preciso conquistar títulos, que aí qualquer equipe vai me querer, inclusive o Palmeiras. Quero jogar bem, ajudando dentro e fora de campo", comentou Edu Dracena.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.