Rodrigo Villalba/ PhotoPress
Rodrigo Villalba/ PhotoPress

Perto do Corinthians, Pottker é vaiado pela torcida da Ponte

'Quando eu cheguei aqui no clube era um atleta desacreditado. Tive que jogar em dobro e agora parece que tenho que jogar em triplo", desabafa o jogador

Estadao Conteudo

06 Fevereiro 2017 | 10h22

Artilheiro do Campeonato Brasileiro do ano passado, William Pottker vai seguir para o Corinthians depois do Paulistão. A torcida da Ponte Preta não gostou da negociação e vaiou o atacante durante o primeiro tempo da vitória da Ponte por 2 a 1 sobre a Ferroviária, domingo à noite, pela primeira rodada do Paulistão.

Na saída para o intervalo, Pottker desabafou. "A torcida fica só me vaiando, mas quando eu cheguei aqui no clube era um atleta desacreditado. Tive que jogar em dobro e agora parece que tenho que jogar em triplo", disse, ainda na beira do campo, à Rede Globo.

Em seguida, para os repórteres das emissoras de rádio de Campinas, ele continuou, já num tom mais leve. "A torcida está me vaiando, deve ser porque eu posso sair. Mas ainda não assinei nada. Vou dar o meu máximo enquanto estiver na Ponte Preta. Entendemos eles (torcedores) porque mexe com a paixão. Eles estão chateados porque gostam muito de mim e não querem que eu saia", afirmou.

Pottker, de 23 anos, respondeu em campo, marcando o gol de empate aos 40 minutos do primeiro tempo. O artilheiro do Brasileirão, com 14 gols, já foi negociado com o Corinthians, que mandou para Campinas o atacante Lucca e o zagueiro Yago, ambos por empréstimo. O time da capital adquiriu 50% dos direitos econômicos do atacante por R$ 6 milhões. Os dois clubes esperam, no futuro, lucrar com uma negociação para o exterior.

Nos vestiários, após o jogo, ele estava mais calmo e revelou que a negociação com o Corinthians foi desacelerada. "Realmente eu pedi para o pessoal (dirigentes e procuradores) irem mais devagar, porque havia uma pressão muito grande em cima de mim. Tenho contrato com a Ponte Preta e sei que tenho que correr muito para jogar aqui."

Mais conteúdo sobre:
futebol Corinthians Ponte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.