Perto do G4, Atlético-PR quer aumentar crise de rival

O Atlético Paranaense quer se aproximar ainda mais do G4 e para isso quer afundar ainda mais o São Paulo em sua crise, nesta quinta-feira, às 19h30, no estádio do Morumbi, em São Paulo, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 20 pontos e na parte de cima da tabela de classificação, o time rubro-negro paranaense tem surpreendido nas últimas rodadas e mantém uma invencibilidade de seis jogos desde que o técnico Vagner Mancini assumiu.

JÚLIO CÉSAR LIMA, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 08h05

Nesta partida, o treinador deve colocar em campo a sua força total. O meia Paulo Baier, que estava cotado para ficar de fora e ser poupado, viajou com a equipe e deve ser mantido entre os titulares. Já o volante João Paulo deve permanecer no meio de campo. Contra o Internacional, no último domingo, ele atuou na vaga de Bruno Silva, suspenso, mas que volta nesta rodada. Por outro lado, João Paulo substitui Zezinho, que cumprirá suspensão.

O atacante Éderson, que tem se revezado no ataque com Delatorre, acredita em uma vitória no Morumbi, que segundo ele é ideal para a velocidade do time. "Nosso time é muito rápido e tenho certeza de que será um bom jogo. É um campo grande onde temos condições de jogar e quem for a campo vai dar o melhor para colocar velocidade na frente e sair com a vitória", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoAtlético-PR

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.