Perto do título, jogadores do Botafogo pregam humildade

Perto do título, jogadores do Botafogo pregam humildade

A vitória sobre o Fluminense na noite de sábado deixou o Botafogo muito perto do aguardado título do Campeonato Carioca. Como foi campeão da Taça Guanabara, o primeiro turno do estadual, o time de Joel Santana só precisa de mais um triunfo, na decisão da Taça Rio, para assegurar o troféu.

AE, Agência Estado

11 de abril de 2010 | 11h31

No entanto, os jogadores do Botafogo evitaram a empolgação e pregaram humildade após a vitória na semifinal. "A nossa equipe é assim, tem humildade acima de tudo, ninguém fala demais. Temos a possibilidade de sermos campeões em uma partida, mas precisamos manter a humildade e fazer outro bom jogo na final", defendeu o atacante Loco Abreu, autor do primeiro gol da partida.

Responsável pelo gol da vitória do Botafogo, Caio também mostrou cautela e disse que ainda não espera ser titular na decisão da Taça Rio. "Tenho de respeitar meus companheiros de ataque, que são muito bons. Para ser titular tenho de mostrar nos treinos. Primeiro quero é estar entre os 18 relacionados. Mas fico feliz e agradeço à torcida, ao meu pai, que veio ao jogo, e a Deus por me iluminar", celebrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.