Mauro Pimentel/AFP
Mauro Pimentel/AFP

Peruano Yotún diz que Neymar 'faz falta', mas exalta 'alto nível' do Brasil

Lateral e volante, atleta ex-Vasco quer diminuir retrospecto desfavorável no confronto entre as duas seleções

Redação, Estadão Conteúdo

20 de junho de 2019 | 16h14

A ausência de Neymar na Copa América ainda repercute. O lateral-esquerdo Yoshimar Yotún, que tem atuado como volante na seleção do Peru, comentou que o desfalque do craque do Paris Saint-Germain, lesionado, favorece os peruanos, mas ponderou exaltando a qualidade do time do técnico Tite. As duas seleções duelam no próximo sábado, às 16 horas, na Arena Corinthians, pela última rodada da fase de grupos.

"Neymar fará muita falta, mas o Brasil tem jogadores de alto nível", disse Yotún na entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira no estádio do Pacaembu. "É sempre bom enfrentar uma equipe de alto nível, esperamos que as coisas corram bem e tentemos seguir em frente", completou o jogador, que passou pelo Vasco em 2013.

As seleções se enfrentaram 17 vezes na Copa América, com 11 vitórias brasileiras contra três dos peruanos, além de três empates. No último encontro na Copa América Centenário, em 2016, o Peru venceu por 1 a 0, com gol de Raúl Ruidíaz, e eliminou a seleção brasileira, então treinada por Dunga, ainda na primeira fase, para avançar ao mata-mata.

"É um jogo difícil, já jogamos na Copa América Centenário. As duas equipes que venceram garantem sua classificação. Vamos buscar os 3 pontos", afirmou o jogador do Cruz Azul, do México.

POSSÍVEL DESFALQUE

O zagueiro Carlos Zambrano pode desfalcar a equipe peruana contra o Brasil. Substituído da última partida contra a Bolívia em razão de dores musculares, o defensor não participou do treinamento nesta quinta, no Pacaembu. Se Zambrano for confirmado como desfalque, é provável que o técnico Ricardo Gareca faça a opção por Araujo. Andreson Santamaria e Alexander Callens também são opções.

"O professor ainda não conversou conosco sobre o time e não sabemos quem vai iniciar, mas esperamos que os médicos liberem o Zambrano para jogar. É um jogador muito importante para a seleção e, se ele não estiver, temos jogadores prontos para substituí-lo", disse Yotún.

O Peru realiza mais dois treinos, ambos na sexta, antes do duelo em São Paulo. De manhã, os peruanos treinam na Academia de Futebol do Palmeiras. À noite, o elenco faz o reconhecimento do gramado da Arena Corinthians.

O vencedor do confronto vai a sete pontos e se classifica às quartas de final como líder do Grupo A. No momento, ambos somam quatro pontos, mas o Brasil lidera a chave por ter saldo de gols superior (3 contra 2). Quem perder terá de torcer para a Venezuela não vencer a Bolívia, no outro duelo do grupo, para avançar na segunda posição.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.