Pesquisa mostra que torcedor não deixaria de comprar produtos de patrocinadores dos rivais

Apenas 3% dos entrevistados afirmam torcer o nariz para serviços oferecidos por empresas que patrocinam 'inimigos' no futebol

O Estado de S. Paulo

20 de março de 2013 | 14h20

SÃO PAULO - Pesquisa feita pela Stochos Sports & Entertainment mostra que a paixão dos torcedores pelos seus times de coração não impedem de eles adquirirem produtos ou se beneficiar de serviços que por ventura estejam em bandeiras rivais. A conclusão acaba sendo um alento para marcas que resolver apostar em determinados clubes e temem ficar malfadadas diante de outros. Pelo menos é o que diz o resultado deste trabalho.  

De acordo com os números finais do levantamento, 96% dos torcedores entrevistados disseram não deixar de comprar um produto só porque ele é patrocinador do time adversário. E apenas 3% afirmaram se sentir incomodado com o fato. Nem sempre foi assim. No começo da década de 1990, quando o Palmeiras se acertou com a Parmalat (empresa de laticínios,que tinha no leite seu grande negócio no momento), era comum ouvir de torcedores corintianos, são-paulinos e santistas que 'o tal leite Parmalat' jamais entraria em suas casas. Tudo para não ajudar o Pameiras. Naquela época, o Palmeiras/Parmalat formou equipes fortes e competitivas e conseguiu acabar com a fila de 17 anos sem vencer. De quebra, faturou, além do Paulista de 1993, mais dois Campeonato Brasileiros, de 1993/94.

A pesquisa também aponta que 41% desses torcedores que não comprariam ou usariam serviços de patrocinadores rivais também torcem o nariz pelas empresas fornecedores de material esportivo dos times 'inimigos'. O resultado desse trabalho faz parte do Brand Tracking, produto de estudo feito anualmente pela Stochos. As informações contidas nessa enquete foram coletadas em pesquisas quantitativas, com entrevistas pessoais. Foram ouvidos cerca de 24 mil pessoas (70% homens e 30% mulheres) das classes A, B, C e D. Todos com 16 anos ou mais.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Paulistamarcas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.