Petros é denunciado pelo STJD por agressão a árbitro Raphael Claus

Meia do Corinthians pode pegar no mínimo 180 dias de suspensão. Santos também é denunciado e pode perder dez mandos de campo  

Estadão Conteúdo

13 de agosto de 2014 | 15h21

O meia Petros foi denunciado nesta quarta-feira pela procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa da agressão ao árbitro Rafael Claus durante o clássico entre Corinthians e Santos, no último domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. Por ter empurrado de forma intencional o juiz, o atleta foi enquadrado no artigo 254, parágrafo 3, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e, se condenado, será suspenso por pelo menos 180 dias.

Por meio de comunicado distribuído pela sua assessoria, o STJD enfatizou que não existe pena máxima para condenações deste artigo, sendo que há grandes chances de o atleta ser punido, tendo em vista o fato de que as imagens de TV deixaram claro que ele empurrou o árbitro pelas costas de forma acintosa já aos 18 minutos do primeiro tempo do clássico.

Apesar do empurrão, Claus não aplicou nenhuma punição a Petros durante o jogo por acreditar que havia sido tocado pelo corintiano em um encontrão acidental. Por isso, inicialmente sequer citou o ocorrido na súmula, na qual depois fez uma retificação, após assistir o VT da partida e constatar a agressão. Entretanto, a atualização da súmula nem era necessária, pois a condenação pode ser baseada apenas em provas coletadas em vídeo, destacou o STJD nesta quarta.

SANTOS
Além de Petros, o Santos também foi denunciado pelo STJD nesta quarta-feira por ter infringido o artigo 213 do CBJD "ao não prevenir o arremesso de um copo para o gramado durante o intervalo do jogo" diante do Corinthians, informou o tribunal. Pelo fato de que o objeto lançado foi direcionado ao goleiro corintiano Cássio, o caso foi considerado grave e com isso o clube pode perder até 10 mandos de campo no Campeonato Brasileiro, além de receber uma multa de R$ 100 mil.

Para completar, o Santos ainda teve o volante Alison denunciado no artigo 250 do CBJD pela sua expulsão no confronto diante do Corinthians. Expulso após derrubar Elias e impedir um contra-ataque, ele pode pegar até três jogos de suspensão.

As datas ou a data única dos julgamentos de Petros, do Santos e de Alison ainda não foi anunciada pelo STJD. O procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, que protocolou as denúncias envolvendo os clubes, disse que existe a possibilidade de o julgamento ser marcado já para a próxima semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.