Daniel Teixeira/Estadão 
Daniel Teixeira/Estadão 

Petros fala em união no Corinthians por Libertadores

Equipe de Mano é a quinta colocada do Brasileirão, com 49 pontos, e está a um ponto do primeiro time na zona de classificação

VÍTOR MARQUES, O Estado de S. Paulo

20 de outubro de 2014 | 19h53

O meia Petros ainda se refere à eliminação para o Atlético-MG na Copa do Brasil como um "duro golpe". Mas após a reação que o elenco mostrou na vitória diante do Internacional, pelo Campeonato Brasileiro, o jogador do Corinthians afirmou que o grupo se uniu em torno de um só objetivo: retornar ao G4 e obter uma vaga na Libertadores.

"Tínhamos uma meta que era brigar pela Copa do Brasil. Infelizmente, para nós, a Copa do Brasil não existe mais. Não vamos lamentar. Precisamos dar uma resposta e vamos buscar a vaga na Libertadores", afirmou.

O Corinthians é o quinto colocado do Brasileirão, com 49 pontos, e está a um ponto em relação ao quarto colocado, o Atlético Mineiro, que tem 50. A vitória contra o Internacional, além de manter esperança de o time terminar entre os quatro primeiros colocados, diminuiu a pressão sobre o técnico Mano Menezes. "O Mano está calejado, está acostumado com isso", disse.

Na quarta-feira, o Corinthians vai a Cuiabá e enfrenta o Vitória, equipe que está em 16.º lugar, lutando contra o rebaixamento. Petros afirmou que o Corinthians precisa vencer a qualquer custo. "Jogando feio ou bonito, precisamos ganhar, independente se eles vão jogar fechados ou não."
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.