José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Petros minimiza vontade de agente de tirá-lo do Corinthians

Meia atuou como titular no clássico contra o Palmeiras após rumores sobre uma possível saída do Alvinegro neste início de temporada

FERNANDO FARO, O Estado de S. Paulo

08 de fevereiro de 2015 | 21h17

Enquanto seu empresário Fernando Garcia se engalfinha com a diretoria e tenta tirá-lo do Corinthians, Petros conseguiu um pouco de paz ao ser um dos principais nomes na vitória sobre o Palmeiras. Ao comentar os dias turbulentos, o jogador minimizou a vontade do empresário de tirá-lo do clube para que ele possa jogar e afirmou que continua procurando seu espaço.

Titular com Mano Menezes na temporada passada, ele perdeu importância com a chegada de Tite em 2015. "Estou há muito tempo sem jogar. Procuro fazer o máximo, me doar. Tem algumas situações em que fico no fogo cruzado", disse o jogador. "Não falei nada, não estou insatisfeito e estou buscando meu espaço. O problema é do meu empresário, não pode interferir no meu trabalho dentro de campo".

Petros ainda tem a situação nebulosa pela frente. Fernando Garcia está insatisfeito com o fato de o seu cliente ser pouco aproveitado e ainda quer vendê-lo. O jogador evita se manifestar e não deixa claro seu posicionamento. Prefere deixar para os outros. "Depende do Corinthians e dele se eu vou sair ou não, é o que eu posso falar".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansPetros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.