Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Petros vê clássico como 'partida ideal para mudar o cenário' no São Paulo

Diante do Santos, na Vila Belmiro, time tricolor tenta deixar a zona de rebaixamento

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

06 de julho de 2017 | 15h54

O volante Petros, recém-contratado pelo São Paulo, afirmou nesta quinta-feira que o clássico contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, é a partida ideal para o clube modificar a situação delicada em que se encontra no Campeonato Brasileiro, na 17ª posição, na zona de rebaixamento, com apenas 11 pontos somados em 11 rodadas.

"É a partida ideal para mudar o cenário. Grande clássico e oportunidade para reverter esse quadro. Tenho certeza de que, se conseguirmos a vitória, podemos espancar essa crise", disse o novo reforço em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

Depois de ter sido contratado na semana passada, quando estava em período de férias, Petros fez sua estreia na derrota diante do Flamengo, por 2 a 0, no Rio de Janeiro. O jogador reconhece que ainda não está em perfeitas físicas, mas ficou satisfeito com seu desempenho. O jogador revela que percorreu 11,8 quilômetros na partida, distância superior a dos companheiros. Faltam, no entanto, a explosão e o ritmo de jogo.

Petros revelou que a demissão de Rogério Ceni, na última segunda-feira, pressionou os jogadores do São Paulo. "Tivemos uma semana complicada pela demissão do maior ídolo do clube, mas temos de levantar a cabeça. Foi um baque forte para jogadores e a instituição de maneira geral. Vamos nos levantar e seguir em frente", afirmou o ex-jogador do Betis, da Espanha.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCFutebolPetros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.