PF aposta em depoimento de empresário

A Polícia Federal e os promotores do Gaeco apostam alto no depoimento do empresário e ?cooptador? de árbitros, Nagib Fayad, também detido na PF de São Paulo. Seu interrogatório está marcado para as 14 horas desta segunda-feira. Espera-se que ele conte tudo que sabe e tudo o que tramou em detrimento do futebol brasileiro.Nagib Fayad era um dos ?cabeças? da máfia do apito. Era com ele que o árbitro Edílson Pereira de Carvalho combinava os resultados das partidas.A PF acredita que Nagib Fayad possa entregar nomes de mais envolvidos. Sua defesa ainda não foi montada pelo advogado Cássio Pauletti, que esteve sábado na sede da PF. ?Vamos analisar os autos e só depois saber como será nossa defesa. Meu cliente passou os dois últimos dias bem?, disse Cássio Pauletti. O advogado ainda se permitiu uma piadinha: ?Apesar da superlotação no cárcere da Polícia Federal, meu cliente está sendo bem tratado.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.