PF convoca Gimenes e Araújo para depor

Para dar seqüência às investigações sobre a Máfia do Apito, dois nomes foram convocados nesta terça-feira. Na próxima segunda-feira, às 14 horas, será ouvido o ex-árbitro João Paulo Araújo, que em maio foi convidado por pessoa não identificada para participar de um esquema similar de manipulação de jogos de futebol. Na terça-feira, mesmo horário, será a vez do suposto integrante da quadrilha, o advogado de Piracicaba Daniel Gimenes, ir à Superintendência da Polícia Federal, em São Paulo.O promotor do Gaeco, Roberto Porto, afirma que João Paulo Araújo e todos os outros juízes (ou bandeirinhas) ? com exceção dos já indiciados Edilson Pereira de Carvalho e Paulo José Danelon ? que vierem a ser ouvidos, serão chamados como testemunhas. A agenda completa de depoimentos ainda não foi definida, mas Porto adianta: ?Nenhum árbitro será chamado como réu?.Daniel Gimenes, apresentado pela primeira vez pela Agência Estado no dia 30 de setembro, seria parceiro de Nagib Fayad, empresário acusado de organizar a Máfia. Seu advogado, José Silvestre, teve pedido de habeas corpus preventivo recusado pela Justiça. Teme que Gimenes tenha a prisão temporária decretada.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2005 | 20h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.