Paul Ellis / AFP
Paul Ellis / AFP

Philippe Coutinho aprova nova função no Liverpool e elogia companheiros

Ao lado de Mané, Salah e Firmino, ataque do Liverpool foi o segundo melhor da fase de grupos da Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2017 | 13h10

Acostumado a ser escalado como uma ponta aberto pela esquerda no Liverpool, Philippe Coutinho vem realizando uma nova função nos últimos jogos. Ele tem sido escalado pelo técnico Jürgen Klopp, como um meia com mais liberdade para se movimentar e acionar o trio formado por Roberto Firmino, Sadio Mané e Mohamed Salah. E o jogador assegurou que tem gostado da nova tarefa.

+ Com pênalti duvidoso, Everton empata com o Liverpool no Inglês

+ PSG enfrenta Real Madrid nas oitavas da Liga dos Campeões; Liverpool joga contra o Porto

"Você se envolve mais no jogo. É uma posição que eu sinto que me adaptei e gosto disso", disse o brasileiro. "Claro, estou sempre tentando melhorar e conseguir marcar gols e criar as jogadas, porque minha posição exige isso", acrescentou, em entrevista ao site oficial do Liverpool.

Philippe Coutinho, que perdeu o início da temporada no Liverpool por causa do imbróglio envolvendo o interesse do Barcelona na sua contratação, já acumula nove gols marcados em 15 partidas, o que inclui os três gols na vitória por 7 a 0 sobre o Spartak Moscou, pela Liga dos Campeões, na semana passada.

A boa fase de Philippe Coutinho e a grande produção ofensiva do Liverpool, que fez 23 gols, na fase de grupos da Liga dos Campeões, tem relação com o desempenho de Mané e Salah, que foram exaltados pelo brasileiro. "Sadio e Mo (Mohamed Salah) são dois grandes jogadores. Ambos são muito rápidos e nos dão opções nos lados. Eles são jogadores com grande inteligência", afirmou.

Após só entrar no final do clássico com o Everton no fim de semana, Philippe Coutinho deve retomar a titularidade nesta quarta-feira, quando o time vai receber o West Bromwich no Campeonato Inglês.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.