Matthias Schrader/AP
Matthias Schrader/AP

Philippe Coutinho pode ser vendido para o Chelsea por quase R$ 900 milhões

Sem espaço no Barcelona, brasileiro não convence em seu empréstimo ao Bayern de Munique e destino pode ser o futebol inglês

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2020 | 10h09

Philippe Coutinho deve deixar o Bayern de Munique pela porta dos fundos, mas deve fechar com um novo clube em breve. Emprestado pelo Barcelona ao time alemão, o brasileiro não convenceu e com a suspensão dos jogos, em razão do coronavírus, existe a possibilidade dele nem mesmo voltar a vestir a camisa do time germânico. O Chelsea, da Inglaterra, já demonstra interesse no jogador, titular absoluto da seleção brasileira.

De acordo com o jornal AS, da Espanha, Coutinho foi oferecido ao Chelsea e agradou aos ingleses. O Barça estaria disposto a negociá-lo por 160 milhões de euros (R$ 895,4 milhões), valor correspondente ao que o clube espanhol investiu para tirá-lo do Liverpool, em janeiro de 2018.

Ainda de acordo com o jornal espanhol, o Arsenal, Tottenham e Manchester United já haviam demonstrado interesse no jogador, mas as conversas não foram adiante em razão do alto valor pedido. 

Coutinho vem de duas temporadas sem brilho por Barcelona e Bayern de Munique. No clube alemão, ele fez 32 jogos e marcou nove gols. Embora esteja em baixa no futebol europeu, o atacante continua sendo constantemente convocado pelo técnico Tite para defender a seleção brasileira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.