Picerni: "O primeiro degrau já foi"

O técnico Jair Picerni era só otimismo depois da vitória do São Caetano sobre o Olimpia, por 1 a 0, em pleno Defensores del Chaco, em Assunção, Paraguai. ?O primeiro degrau já foi?, disse o treinador, que durante a semana afimava que o time estava a dois passos da consagração. Com o resultado, a equipe do ABC só precisará de um empate na quarta-feira, no Pacaembu, para comemorar o primeiro título como time da Primeira Divisão e logo o mais importante do continente: a Taça Libertadores, que levará o time à disputa do Mundial Interclubes contra o Real Madrid, em Yokohama, Japão. Para Picerni, o time só precisará manter a postura que teve em Assunção na próxima partida. ?Tem de mostrar toda a concentração que o grupo teve aqui?, diz o técnico do São Caetano, que antes do jogo já afirmava que a hora de conquistar um campeonato estava perto. O treinador ressaltou que o Azulão atuou com o espírito adequado para a ocasião. ?É a nossa vida que está em jogo, todo o nosso trabalho?, ressaltou. Para os paraguaios, o resultado não poderia ser mais decepcionante, pois o clube completa 100 anos nesta quinta-feira e agora precisa vencer com diferença de dois gols para conquistar o título sem necessidade de disputa de pênaltis. Os torcedores não esconderam seu descontentamento. Após a partida, o banco de reservas do São Caetano foi alvo de garrafas atiradas das arquibancadas. Os brasileiros tiveram de contar com proteção policial para poder chegar ao vestiário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.