Picerni: "O primeiro degrau já foi"

O técnico Jair Picerni era só otimismo depois da vitória do São Caetano sobre o Olimpia, por 1 a 0, em pleno Defensores del Chaco, em Assunção, Paraguai. ?O primeiro degrau já foi?, disse o treinador, que durante a semana afimava que o time estava a dois passos da consagração. Com o resultado, a equipe do ABC só precisará de um empate na quarta-feira, no Pacaembu, para comemorar o primeiro título como time da Primeira Divisão e logo o mais importante do continente: a Taça Libertadores, que levará o time à disputa do Mundial Interclubes contra o Real Madrid, em Yokohama, Japão. Para Picerni, o time só precisará manter a postura que teve em Assunção na próxima partida. ?Tem de mostrar toda a concentração que o grupo teve aqui?, diz o técnico do São Caetano, que antes do jogo já afirmava que a hora de conquistar um campeonato estava perto. O treinador ressaltou que o Azulão atuou com o espírito adequado para a ocasião. ?É a nossa vida que está em jogo, todo o nosso trabalho?, ressaltou. Para os paraguaios, o resultado não poderia ser mais decepcionante, pois o clube completa 100 anos nesta quinta-feira e agora precisa vencer com diferença de dois gols para conquistar o título sem necessidade de disputa de pênaltis. Os torcedores não esconderam seu descontentamento. Após a partida, o banco de reservas do São Caetano foi alvo de garrafas atiradas das arquibancadas. Os brasileiros tiveram de contar com proteção policial para poder chegar ao vestiário.

Agencia Estado,

25 de julho de 2002 | 00h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.