Picerni vai chamar atenção de Elson

O Palmeiras está se transformando em uma panela de pressão. E a cada dia fica mais claro que o técnico Jair Picerni vem perdendo o controle sobre o grupo. A frase de Magrão na chegada desta quinta-feira, em Congonhas, após o empate por 1 a 1 com o Goiás, pela Copa do Brasil, define bem o momento do time: "Vivemos um tumulto a cada semana."Nesta sexta-feira, Picerni terá um dia longo. Pela manhã, está agendada uma reunião com o presidente Mustafá Contursi. A pauta inicial seria referente aos reforços necessários para a disputa do Brasileiro, para o qual pedirá três contratações. Pode, contudo, se prolongar. Tudo por causa dos recentes problemas no clube: saídas noturnas, jogadores acobertando os "baladeiros", outros reclamando abertamente das ordens do treinador. À tarde, baterá um papo reservado com Elson antes do treino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.