Rafael Ribeiro / vasco.com.br
Rafael Ribeiro / vasco.com.br

Pikachu reconhece queda de rendimento no Vasco e vê marcação mais forte

Principal artilheiro da equipe na temporada, com 16 gols, jogador não vem rendendo no mesmo nível nas últimas rodadas

Estadão Conteúdo

30 Agosto 2018 | 18h14

A derrota para o Atlético-PR por 1 a 0, na última quarta-feira, foi a sexta partida consecutiva sem gols de Yago Pikachu pelo Vasco. Principal artilheiro da equipe na temporada, com 16 gols, o jogador não vem rendendo no mesmo nível nas últimas rodadas. Ele próprio reconheceu isso e considerou que tem sido marcado mais de perto pelos rivais.

"Eu não venho atuando como há quatro, cinco jogos. Há uma queda de rendimento e venho me cobrando sobre isso. Não só pelos gols, mas também em alguns momentos dos jogos não tenho me sentido bem. A marcação está mais forte, então, cabe a mim mesmo me desdobrar para ter mais chances e os gols voltarem a aparecer", declarou no desembarque da delegação no Rio.

Com o resultado de quarta, o Vasco estacionou nos 24 pontos, na 15.ª colocação, a três da zona de rebaixamento. No sábado, a equipe recebe o Santos, que tem a mesma pontuação e está uma posição acima graças ao saldo de gols. Pikachu ressaltou a importância de uma vitória para que os cariocas possam respirar na tabela.

"Agora, é trabalhar para esse jogo do Santos. É um adversário direto e precisamos dos três pontos", comentou. "Por isso, uma vitória é fundamental. Será uma partida complicada, mas vamos jogar em casa e temos a chance de iniciar uma arrancada dentro do Brasileiro."

O jogador ainda pediu o apoio da torcida, que promete comparecer em peso ao Maracanã. "Estamos vendo pelas redes sociais a movimentação da torcida para esse jogo. Que ela possa comparecer em peso para nos ajudar nessa nossa volta ao Maracanã."

REFORÇO

Ainda nesta quinta-feira, o Vasco anunciou a contratação de um novo reforço. Trata-se do jovem zagueiro Lucas Kal, de apenas 22 anos, que estava sem espaço no São Paulo, onde foi formado. Ele possui também passagens por empréstimo por Paraná e Guarani e assinou com o clube cruzmaltino até o fim do Campeonato Carioca do que vem.

"É um atleta extremamente vencedor e que ganhou tudo na base. Fazia parte do grupo que hoje lidera o Brasileiro e também vinha disputando algumas partidas pelo time sub-23. É um jogador que estávamos tentando trazer faz um tempo. Tenho certeza que vai agregar bastante ao nosso elenco. O importante é que está pronto para jogar, pois jogou há cinco dias pelo sub-23. Possui uma boa saída de bola e se destaca bastante pelo bom jogo aéreo", exaltou o diretor executivo Alexandre Faria.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebolVascoYago Pikachu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.