Vitor Silva/ SSPress/ Botafogo
Vitor Silva/ SSPress/ Botafogo

Pimpão admite incômodo por atrasados no Botafogo: 'Contas não esperam'

'Esperamos que as coisas se resolvam nessa semana', afirmou o atacante

Estadão Conteúdo

22 Outubro 2018 | 19h42

O clima do Botafogo não é mesmo dos melhores. Não bastassem as quatro partidas seguidas sem vitória no Brasileirão e a proximidade da zona de rebaixamento, o elenco vem sofrendo com os salários atrasados. Os vencimentos dos últimos dois meses ainda não foram quitados, o que tem gerado incômodo entre os jogadores.

"Eu te faço uma pergunta. Se estivesse em uma situação de dois meses, o que você faria? Estaria feliz? É uma situação delicada, as minhas contas não esperam, mesmo sendo um pouco mais experiente. Estou aqui há quatro anos e é a primeira vez que isso acontece", declarou o atacante Rodrigo Pimpão nesta segunda-feira.

Pimpão, no entanto, evitou reclamar diretamente do Botafogo. Pelo contrário, o jogador elogiou a postura da diretoria, que deve resolver a situação dos salários atrasados até o fim desta semana.

"Não tenho o que reclamar do Botafogo. Esperamos que as coisas se resolvam nessa semana e, internamente, resolvamos os problemas. Só temos que agradecer ao clube, aos nossos torcedores e patrocinadores. Os jogadores vem e passam, mas as contas precisam estar em dia", avaliou.

Com 35 pontos, o Botafogo ocupa a 13.ª colocação, quatro à frente do Ceará, que abre a zona do descenso. Para evitar uma reta final de competição dramática, o time alvinegro precisa reagir logo. Na próxima rodada, o adversário será o Atlético-PR, neste sábado, na Arena da Baixada.

"Não temos tempo para lamentar, e sim agir. Chegou o momento de agirmos e deixarmos para trás o que passou. Temos nove jogos e sabemos das nossas obrigações e deveres. Falar menos e fazer mais para as coisas acontecerem. Não tem explicação para o que está acontecendo e esperamos reverter isso", afirmou Pimpão.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.