Pimpão se desculpa por expulsão e promete raça para garantir Botafogo em finais

Atacante tenta se redimir após levar vermelho contra o Bangu

Estadão Conteúdo

01 de abril de 2017 | 18h50

O atacante Rodrigo Pimpão pediu desculpas à torcida do Botafogo, neste sábado, pela expulsão na partida contra o Bangu (vitória por 2 a 0) e prometeu entrega total para que o clube conquiste a vaga para as semifinais da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Por causa da suspensão automática, o jogador não participou da goleada por 4 a 1 contra a Portuguesa-RJ na rodada passada.

"Realmente eu errei. Isso não pode acontecer, assumo isso, mas ao mesmo tempo eu conversei com meus companheiros, pedi desculpas, ainda mais por ter sido no primeiro tempo. O excesso de vontade me atrapalhou, tenho que controlar isso. Meus companheiros se desdobraram ao máximo e agradeci a cada um após o jogo pela partidas que fizeram", reconheceu o jogador.

O time alvinegro volta a campo neste domingo, às 16 horas, pela sexta e última rodada da Taça Rio, contra o Resende, no estádio Engenhão, no Rio. Para o confronto, Rodrigo Pimpão revelou ter um incentivo extra. O filho Davi, que acompanhou o treino do time, neste sábado, pediu um gol ao pai. "Quando o filho pede a gente tem que se doar ao máximo. Vou entrar em campo com esse pensamento dele, mas com cuidado para que eu não repita a mesma situação da outra partida, É ter mais cuidado", prometeu Rodrigo Pimpão.

O zagueiro argentino Carli, que levou um pisão na partida contra o Fluminense, na quinta-feira da semana passada, teve que sair no intervalo do treinamento técnico realizado neste sábado e não deverá atuar neste domingo.

O Botafogo é o vice-líder do Grupo B, com 10 pontos, um a menos que o Flamengo, e empatado com o Nova Iguaçu, outro candidato à uma vaga nas semifinais da Taça Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.