Pintado reforça Inter de Limeira

Dez anos depois de deixar o Bragantino para atuar até em times do exterior, o volante Pintado, de 35 anos, foi apresentado, agora à tarde, como o mais novo reforço da Internacional para o Campeonato Paulista. Ele mostrou a mesma humildade que caracterizou seu início de carreira, quando chegou a ganhar um aparelho de televisão para renovar contrato."Vim para formar o grupo e ajudar a Inter a fazer uma grande campanha no Paulistão", avisou o novo reforço, que chegou ao Limeirão rotulado como bicampeão mundial interclubes pelo São Paulo. Ele se mostrou satisfeito por voltar a atuar num time do interior e por ficar mais perto de casa, a cidade de Bragança Paulista, distante 70 quilômetros de São Paulo.Na verdade, não há como esquecer os bons e maus momentos vividos no Bragantino, no final da década de 80. Até mesmo quando renovou o contrato em dezembro de 1989, depois de conquistar o título brasileiro da Segunda Divisão. O aumento de salário saiu depois de muita discussão com a diretoria e como bonificação ele ainda levou para casa uma televisão colorida de 14 polegadas. Nesta segunda-feira, ao lembrar do fato, Pintado deu muitas risadas e comentou que a história vai entrar para o folclore do futebol do interior.Sua idéia, agora, é pensar no presente. Ele garante que está em boa forma física, tanto que atuou pelo Democrata de Governador Valadares-MG diante do Cruzeiro, sábado, pelo Campeonato Mineiro. Se depender de sua vontade já estará em campo contra o Guarani, no próximo sábado, em Limeira.Pintado nasceu em Bragança, mas se profissionalizou no São Paulo. Depois passou várias vezes, emprestado, pelo Bragantino, atuando como quebra-galho e coringa. Jogava no meio-campo, na defesa e até mesmo na lateral, mas ele só ganhou a condição de titular absoluto no Campeonato Brasileiro de 1991. Sua disposição física e sua aplicação tática despertaram a atenção do técnico Carlos Alberto Parreira, que o fixou como volante no lugar do veterano Ivair. Em 1992 ele voltou, de vez, para o São Paulo, onde também conquistou a simpatia do técnico Telê Santana. Passou ainda pelo Cruz Azul, do México, e Cerezo Osaka, do Japão. No Brasil defendeu Santos, Portuguesa de Desportos, Atlético-MG e América-MG.Além de Pintado, o técnico Sérgio Ramirez terá outras boas opções para pegar o Guarani. Na semana passada foram contratados o lateral Vitor, ex-São Paulo, o meia Caio, ex-Grêmio, e o meia Marquinhos, do Figueirense-SC. Depois do empate, de 2 a 2, com o Mogi Mirim, os jogadores se apresentaram à tarde no Limeirão. Na terça-feira, o time faz um jogo-treino contra o Águas de Lindóia, em Limeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.