André Fabiano/Estadão
André Fabiano/Estadão

Pior ataque do Brasileirão, Vasco trabalha finalizações

Clube marcou oito gols em 21 partidas neste campeonato

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2015 | 15h49

Disparado o pior ataque do Campeonato Brasileiro, com apenas oito gols marcados em 21 partidas, o Vasco iniciou nesta segunda-feira a preparação para o duelo com o Internacional, quarta-feira, em Porto Alegre, com o técnico Jorginho preocupado em melhorar a finalização dos jogadores.

Em atividade fechada em São Januário, o treinador exigiu bastante dos jogadores nas finalizações. Além disso, o elenco trabalhou jogadas pelas laterais, com ultrapassagens e cruzamentos na área no primeiro dia de trabalhos após a derrota para o Figueirense por 1 a 0, no último sábado, no Maracanã.

O atacante Jorge Henrique, que não atuou no fim de semana por estar suspenso, foi um dos destaques da atividade, e deve voltar ao time diante do Inter. Já o meia Andrezinho, que se recuperou de lesão e entrou durante o duelo com o Figueirense, pode ganhar uma chance entre os titulares. Certo mesmo é que o lateral-direito Madson, contundido, segue de fora do time.

Em situação dramática no Brasileirão - tem nove pontos a menos do que o primeiro time fora da zona de rebaixamento -, o Vasco tentará iniciar uma reação diante do Inter. E o zagueiro Luan prometeu que o time não vai desistir de se recuperar no torneio.

"Estamos sempre treinado forte e nos dedicando ao máximo. Não falta entrega do time nos jogos. Jamais desistiremos de lutar. Acredito que sairemos dessa situação com o trabalho diário", disse, ao site oficial do Vasco.

Mais conteúdo sobre:
FutebolVascoLuan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.