Josep Lago/AFP Photo
Josep Lago/AFP Photo

Piqué anuncia aposentadoria da seleção espanhola: 'Quero focar no Barcelona'

Convocado desde 2009, zagueiro foi titular da equipe na conquista da Copa do Mundo de 2010 e da Eurocopa de 2012

Estadão Conteúdo

11 Agosto 2018 | 14h17

Gerard Piqué anunciou neste sábado que não vai mais defender a seleção espanhola. De acordo com o zagueiro, o técnico Luis Enrique, contratado para comandar a equipe do país depois do fim da Copa do Mundo, já foi comunicado da decisão.

"Falei com o Luis Enrique há uma semana ou duas. Ele me chamou, mas eu disse que foi uma decisão muito pensada. Foi uma etapa muito bonita com a seleção, mas agora quero focar no Barcelona", disse Piqué em coletiva de imprensa neste sábado, em Barcelona. "Foi um período bonito com a equipe nacional, pela qual pude vencer uma Copa e uma Eurocopa", relembrou o defensor de 31 anos.

Convocado desde 2009 para defender a seleção, Piqué foi titular nas conquistas da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e da Eurocopa de 2012, disputada na Polônia e na Ucrânia. O zagueiro também representou a Espanha nos Mundiais de 2014, no Brasil, e 2018, na Rússia.

Em 2016, Piqué já havia manifestado a intenção de se aposentar da seleção após a Copa. O jogador foi vaiado durante um jogo das Eliminatórias para o Mundial, em outubro de 2017, em vitória por 3 a 0 contra a Albânia, na cidade espanhola de Alicante, dias depois de manifestar apoio ao movimento independentista da Catalunha. O defensor disputou 102 partidas com a camisa da seleção espanhola.

Neste domingo, pelo Barcelona, o jogador vai encarar o Sevilla pela Supercopa da Espanha, às 17 horas (horário de Brasília). Em jogo único, o confronto vai ser disputado estádio de Stade Ibn Batouta, em Tangier, no Marrocos.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.