Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Piqué minimiza 'ajuda' da Roma em goleada do Barcelona: 'Criamos muito'

Barça contou com dois gols contra para fazer 4 a 1 sobre italianos

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2018 | 20h22

O zagueiro Piqué tentou minimizar a ajuda dos jogadores adversários, que marcaram dois gols contra, na goleada do Barcelona sobre a Roma por 4 a 1 nesta quarta-feira, no Camp Nou, no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

+ TEMPO REAL - Barcelona 4 x 1 Roma

+ Liverpool atropela no início, faz 3 no City e fica perto da semifinal

"Não acredito que tenha sido fator sorte", afirmou o zagueiro. "Criamos muitas oportunidades que acabaram não entrando também. As coisas vão como vão. Se saem gols como esse, é sinal que estávamos pressionando e às vezes saem dessa maneira", disse.

De Rossi desviou passe de Iniesta e enganou o goleiro brasileiro Alisson para abrir o placar ainda na etapa inicial. No segundo tempo, Manolas tentou cortar cruzamento de Rakitic e também mandou contra a própria meta.

Piqué marcou o terceiro e Suárez fez o quarto. O técnico do Barcelona, Ernesto Valverde, discursou de acordo com seu jogador. "Se você não deixar o adversário se aproximar do seu gol, não correrá o risco de marcar contra sua meta", disse.

O treinador da Roma, Eusébio Di Francesco, disse que o placar da partida não refletiu o que aconteceu no campo. "Foi um resultado demasiadamente exagerado. Perdemos por 4 a 1, por isso não posso dizer que jogamos muito bem. Mas nos comportamos bem na partida, com falhas", opinou.

Roma e Barcelona voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, no estádio Olímpico de Roma, no duelo de volta da Liga dos Campeões. Para seguir na competição, o time italiano terá que fazer ao menos três gols na equipe catalã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.