Cristina Quicler/AFP
Cristina Quicler/AFP

Piqué reduz salário e Barcelona consegue inscrever Memphis, Manaj e Rui Garcia

Desde que fechou com seus reforços, clube catalão vem reduzindo as receitas para não ficar proibido de contratar novas peças

Redação, Estadão Conteúdo

14 de agosto de 2021 | 08h34

O Barcelona informou neste sábado que, finalmente, conseguiu fazer a adequação financeira para inscrever seus contratados sem furar o fair play financeiro na Espanha. Memphis, Manaj e Rui Garcia foram inscritos para LaLiga graças a um acordo para redução salarial do zagueiro Gerard Piqué.

O defensor, um dos capitães e ídolos do time catalão, fez um acordo pela segunda vez na carreira para baixar seus vencimentos em prol do clube. O Barcelona já havia aberto mão da renovação com o astro Lionel Messi para ter seus novos contratados à disposição. Mesmo com o argentino aceitando ganhar 50% menos, as contas ainda ficavam longe de bater e, desta forma, a renovação acabando invalidada.

"O FC Barcelona pôde inscrever Memphis, Eric Garcia e Rey Manaj para jogar na Liga Espanhola de Futebol Profissional. Isso foi possível graças a um acordo com Gerard Piqué, segundo o qual o salário do segundo capitão do Barça foi substancialmente reduzido", informou o clube. A porcentagem foi preservada.

"Isto significa que todos os jogadores da primeira equipe estarão disponíveis para serem selecionados por Ronald Koeman para o jogo de abertura da Liga, neste domingo, frente ao Real Sociedad", seguiu a nota.

Desde que fechou com seus reforços, o Barcelona vem reduzindo as receitas para não ficar proibido de contratar novas peças. Abriu mão de Messi e ainda transferiu Todibo (Nice), Firpo (Leeds), Aleñá (Getafe) e Konrad de la Fuente (Olimpyque de Marselha), além de acertar o empréstimo do português Trincão ao Wolverhampton. Na lista, ainda faltam definir os destinos de Philippe Coutinho, Samuel Untiti e Pjanic.

O clube ainda terá de definir, também, a inscrição de Agüero, que está machucado e só poderá jogar daqui dois meses e meio, o que dá um tempo para o Barcelona agir. A diretoria informou que segue tentando acordo de redução com outros dois jogadores importantes do elenco: Busquets e Jordi Alba.

"Por outro lado, o clube continua a trabalhar conjuntamente com dois dos quatro capitães, Sergio Busquets e Jordi Alba, para adequar o salário à situação que vive atualmente o clube. Neste sentido, cabe destacar que a predisposição por parte de ambos os jogadores é total e absoluta", revelou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.