Pirelli vai patrocinar ao Campeonato Chinês de futebol

A Superliga Chinesa, responsável pelo campeonato de futebol do país, anunciou nesta sexta-feira que a Pirelli será a nova patrocinadora da competição, que começa neste sábado tentando limpar sua imagem, depois de ser alvo de diversos escândalos nos últimos anos, com casos de violência dentro e fora de campo e denúncias de coação a árbitros e manipulação de resultados.

AE, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 09h16

Os valores do acordo com a empresa italiana de pneus, que terá três anos de duração, não foram revelados. "O que aconteceu já está no passado, agora pensamos apenas em ter um grande futuro", afirmou Giuseppe Cattaneo, presidente da divisão chinesa da Pirelli.

O novo presidente da Federação Chinesa de Futebol, Nan Yong, afirmou que a entidade e os clubes vão se esforçar para recuperar a qualidade e a credibilidade do futebol chinês. "Agiremos com tolerância zero contra qualquer violação às regras", afirmou. O baixo nível técnico do campeonato se refletiu na seleção, que tropeçou precocemente nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2006 e 2010.

O fiasco do campeonato fez com que a TV estatal chinesa deixasse de transmitir a reta final da competição no ano passado, depois de uma batalha campal entre jogadores do Beijing Guoan e do Tianjin Teda, que culminou, após a partida, com um ataque de torcedores do time da capital ao ônibus da equipe visitante.

Mais conteúdo sobre:
futebolChinapatrocíniocrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.