Pirlo volta a treinar e deve reforçar Itália

Um dia depois do empate por 1 a 1 contra a Nova Zelândia, resultado que deixou a seleção italiana em situação complicada no Grupo F, o técnico Marcello Lippi ganhou ao menos uma boa notícia nesta segunda-feira: o volante Andrea Pirlo voltou a treinar normalmente com os companheiros.

AE-AP, Agência Estado

21 de junho de 2010 | 07h49

Afastado desde o amistoso com o México no início de junho, quando sofreu uma lesão na panturrilha esquerda, Pirlo deve ter condições de enfrentar a Eslováquia na quinta-feira. A seleção italiana precisa ganhar para avançar às oitavas de final sem depender do resultado de Paraguai x Nova Zelândia.

Ainda nesta segunda-feira, Marcello Lippi fez uma reunião de 20 minutos com os jogadores antes do treino. O goleiro Gianluigi Buffon, ainda se recuperando de uma hérnia intervertebral, fez um trabalho de recuperação na academia.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolItáliaPirlo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.